30 Frases de Clarice Lispector (ditas de verdade por ela)

Para Clarice, assim como para muitos dos seus leitores, a liberdade parece ser uma componente essencial da vida. E para a procurarmos, não devemos nos restringir aos conceitos que já existem: podemos nos permitir sonhar com coisas que ainda não têm nome, almejar aquilo que nem sabíamos que existia. Separamos 30 frases que resumem bem seu trabalho como escritura. Boa leitura:

“Aqui a autora exprime um lado um tanto existencialista de encarar a vida mas, ao mesmo tempo, o pensamento pode ser encarado de outra forma. Sabe aquela máxima romântica de “morrer de amor”? É mais ou menos isso: já que vamos todos morrer, que seja vivendo, ou seja, aproveitando essa dádiva da melhor maneira possível.”

“A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar duram uma eternidade.”

“Como é que se explica que meu maior medo seja exatamente em relação a: ser? E no entanto não há outro caminho?”

“Antes de julgar a minha vida ou o meu caráter, calce os meus sapatos e percorra o caminho que eu percorri, viva as minhas tristezas, as minhas dúvidas e as minhas alegrias. Percorra os anos que eu percorri, tropece onde eu tropecei e levante-se assim como eu fiz.”

“Ignore, supere, esqueça. Mas jamais pense em desistir de você por causa de alguém.”

“O medo sempre me guiou para o que eu quero. E porque eu quero, temo. Muitas vezes foi o medo que me tomou pela mão e me levou. O medo me leva ao perigo. E tudo o que eu amo é arriscado.””

“Não me provoque, tenho armas escondidas. Não me engane, posso não resistir. Não grite, tenho péssimo hábito de revidar.”

“Se você se sente infeliz agora, tome alguma providência agora, pois só na sequência dos agoras é que você existe.”

“Sou uma mulher que sofre, como todas as pessoas do mundo, as mesmas dores e os mesmos anseios.”

“E, antes de aprender a ser livre, tudo eu aguentava, só para não ser livre.”

“A vida, meu amor, é uma grande sedução onde tudo o que existe se seduz.”

“A eternidade é o estado das coisas neste momento.”

“Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido. Eu não: quero uma verdade inventada.”

“O mais importante é a mudança, o movimento, o dinamismo, a energia. Só o que está morto não muda!”

“Não me lembro mais qual foi nosso começo. Sei que não começamos pelo começo. Já era amor antes de ser…”

“É engraçado que pensando bem não há um verdadeiro lugar para se viver. Tudo é terra dos outros, onde os outros estão contentes.”

“Amo e adoro tudo o que é simples, tanto que às vezes pareço exigente!”

“Como começar pelo início, se as coisas acontecem antes de acontecer?”

“Não me provoque, tenho armas escondidas… não me manipule, nasci para ser livre… não me engane, posso não resistir… não grite, tenho o péssimo hábito de revidar… não me magoe, meu coração já tem muitas mágoas.”

“Quando de noite ele me chamar para a atração do inferno, irei. Desço como um gato pelos telhados. Ninguém sabe, ninguém vê. Só os cães ladram pressentindo o sobrenatural.”

“Eu queria escrever um livro. Mas onde estão as palavras? esgotaram-se os significados. Como surdos e mudos comunicamo-nos com as mãos. Eu queria que me dessem licença para eu escrever ao som harpejado e agreste a sucata da palavra. E prescindir de ser discursivo. Assim: poluição. Escrevo ou não escrevo?”

“Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra sempre.”

“Faça com que eu tenha a coragem de me enfrentar. Faça com que eu saiba ficar com o nada e mesmo assim me sentir como se estivesse plena de tudo. Receba em teus braços o meu pecado de pensar.””

“Esse coração que erra, briga, se expõe. Perde o juízo por completo em nome de causas e paixões.”

“Minha essência é inconsciente de si própria e é por isso que cegamente me obedeço. Abro o jogo! Só não conto os fatos de minha vida: sou secreta por natureza. Há verdades que nem a Deus eu contei. E nem a mim mesma. Sou um segredo fechado a sete chaves. Por favor me poupem.”

“No entanto como seria bom construir alguma coisa pura, liberta do falso amor sublimizado, liberta do medo de não amar…Medo de não amar, pior que o medo de não ser amado…”

“Eu, que jamais me habituarei a mim, estava querendo que o mundo não me escandalizasse.”

“Minha essência é inconsciente de si própria e é por isso que cegamente me obedeço.”

“Suponho que me entender não é uma questão de inteligência, e sim de sentir…”

“Olhei pra você fixamente por instantes. Tais momentos são meu segredo.”